Erros de perda de peso. Como perder peso e se manter saudável?

Mito 1. Não coma depois das seis da tarde.

Uma das dicas mais populares, que, em particular, é ativamente promovida por jovens mães estelares, que dizem que foi assim que conseguiram perder de 10 a 15 quilos em alguns meses.

– O corpo percebe uma pausa de 12-14 horas na alimentação como uma greve de fome. Por causa disso, os níveis de glicose no sangue caem drasticamente, levando a um apetite descontrolado. É especialmente indesejável “perder peso” dessa forma para as pessoas que vão para a cama depois da meia-noite. Eles liberam enzimas e hormônios específicos na corrente sanguínea à noite. Se a refeição de que precisam é perdida, começa uma rebelião hormonal no corpo, que afeta negativamente o bem-estar, o humor, a saúde e a aparência. É claro que comer demais à noite ainda não vale a pena. Os alimentos noturnos ideais são com baixo teor de gordura, facilmente digeríveis e com poucas calorias: leite fermentado e frutos do mar, frutas, vegetais cozidos.

Mito 2. É melhor perder peso rapidamente e depois mantê-lo com o mínimo de esforço.

– Uma dieta rápida coloca o corpo em um “modo de economia de energia”, desacelerando o metabolismo. O corpo começa a criar uma reserva, pois, ao contrário de você, ele não sabe quanto tempo vai durar a greve de fome. Portanto, vale a pena, com uma existência meio faminta, se soltar e se permitir até o menor excesso – um pãozinho ou um bolo – já que é imediatamente depositado na cintura ou na cintura. E com a transição para o sistema nutricional usual, o peso perdido volta no menor tempo possível.

É preciso lembrar: mesmo com a alimentação mais correta e balanceada, o retorno de 10-20% do peso perdido é a norma.

Mito 3. Se você começar a praticar esportes, pode comer o que quiser.

– Mesmo com os exercícios mais intensos, gasta-se em média 600 kcal por hora. E, por exemplo, a salada César que você come após o treino contém 850 kcal. Praticar desporto, mas sem alterar nada no sistema nutricional, pode até melhorar – devido ao inevitável aumento do apetite após os esforços físicos.

Porém, atividades esportivas são bem-vindas, pois contribuem para a produção de endorfinas – hormônios da felicidade e do prazer. É a sua ausência que leva ao fato de começarmos a buscar consolo na comida.

Mito 4. Você pode perder peso rapidamente se limitar a ingestão de carboidratos.

Os carboidratos são o principal fornecedor de fibra alimentar, essencial para o funcionamento normal do trato gastrointestinal. Recusando-os, nos condenamos à prisão de ventre e a distúrbios da microflora intestinal. Além disso, os carboidratos estão ativamente envolvidos na decomposição de gorduras desnecessárias, por isso são vitais para quem emagrece.

No entanto, é necessário distinguir entre carboidratos simples (doces, amiláceos), que são rapidamente absorvidos e também queimam rapidamente, e lentos (nozes, grãos, legumes, fibras vegetais), que se decompõem lentamente e deixam uma sensação de saciedade por muito tempo. No entanto, você pode até comprar bolos algumas vezes por semana. A dieta é considerada por muitos como um momento doloroso, e alegrias engraçadas aliviam a atmosfera.

5 dietas menos saudáveis

1. Jejum

O resultado final é uma rejeição completa dos alimentos.

Danos – com a fome completa, o corpo consome principalmente proteínas; portanto, as companheiras constantes de uma greve de fome são a flacidez da pele, a formação de rugas e a fraqueza muscular. No contexto da deficiência de proteínas, desenvolvem-se anemia e imunodeficiência, a pressão arterial diminui, o ritmo cardíaco é alterado e a menopausa ocorre nas mulheres.

2. Dieta protéica (dieta Atkins)

O resultado final é o consumo de grandes quantidades de proteínas (principalmente carne) em detrimento de carboidratos (vegetais e frutas). Essa dieta atinge o fígado e os rins, o pâncreas e as glândulas tireoides. O consumo ilimitado de gordura saturada pode levar ao infarto do miocárdio. A dieta Atkins é indicada apenas para pessoas absolutamente saudáveis.

Saiba mais em: EverSlim

3. Livre de gordura

O resultado final é o consumo de alimentos de baixa caloria. Essa dieta leva a uma violação do metabolismo da gordura, reduz o nível de colesterol “bom” no sangue, aumentando o risco de aterosclerose. Os ganhos de peso com essa dieta são mais rápidos devido ao fato de que os alimentos com baixo teor de gordura não saturam e são comidos mais.

4. Dieta sem proteínas

O resultado final é que todos os alimentos ricos em proteínas são excluídos. A exclusão de proteínas da dieta por um curto prazo (por 2-3 dias) é útil – ela retarda o metabolismo das proteínas, reduz a quantidade de substâncias tóxicas liberadas e melhora a digestão. Mas, com a privação prolongada de proteínas, o pâncreas sofre e a função do estômago piora.

5. Mono-dieta

O resultado final é comer apenas um produto – maçãs, arroz, kefir, etc. Qualquer que seja o produto tomado como base para uma mono-dieta, o corpo ainda receberá menos dessas ou daquelas substâncias vitais. Você pode seguir esta dieta por mais de 2-3 dias.

Como você perde peso em Hollywood?

Ouvi dizer que, no Ocidente, as estrelas estão perdendo peso com uma dieta 5: 2. E o mais importante, os médicos não têm nada contra essa dieta. Conte-nos com mais detalhes, qual é a sua essência?

– O autor da dieta é Michael Mosley, MD. E a sua principal vantagem é que permite comer o que quiser, em qualquer quantidade e ao mesmo tempo perder quilos. A essência da dieta é a seguinte: 5 dias por semana você come normalmente e 2 vezes por semana você organiza dias de jejum. Nesses dias, os homens limitam sua dieta a 600 kcal e as mulheres a 500 kcal.

E nos dias de jejum você pode comer o que quiser. O principal é não ir além do conteúdo calórico. Você pode comer um bolo ou dois pratos de salada e uma concha de sopa. Uma nuance importante dos dias de jejum são os longos intervalos entre as refeições. Os autores da dieta aconselham comer duas vezes ao dia – de manhã e à noite. No início, para uma pessoa acostumada a mastigar constantemente (segundo as estatísticas, os intervalos entre as refeições nas pessoas modernas são de 3,5 horas), é difícil. Mas então o corpo se acostuma com a sensação de fome e até começa a amá-la. Aliás, os médicos sugerem que muitas doenças do trato gastrointestinal podem ser baseadas em seu funcionamento ininterrupto.

Além disso, uma greve de fome de curta duração costuma ser percebida mais facilmente do que uma frouxa, mas uma redução de longo prazo na quantidade de comida, porque a pessoa sabe que amanhã será possível sair. Para adoçar a pílula, os autores aconselham nos dias de jejum acrescentar o máximo possível aos alimentos temperos, especiarias e mais bebidas. Apesar da simplicidade da dieta, é bastante eficaz – em um mês leva até 3 kg, e em seis meses em média – 10 kg (esse é o índice de perda de peso recomendado pelos médicos).

Exemplos de dias de jejum

Café da manhã

  • Iogurte desnatado, maçã.
  • Mingau de aveia com leite desnatado, maçã ou toranja.
  • Chá verde sem açúcar e leite.

Jantar

  • Salada de beterraba e alface (iceberg, salada chinesa, repolho), pimentão recheado com legumes.
  • Sopa de macarrão vegetal ou ovo, 2 fatias de pão integral ou pão preto, tangerina.
  • 100-150 g de filé de frango cozido, ou fígado de frango, ou filé de peru, salada de legumes com azeite.

Jantar

  • 100 g de feijão cozido, tomate.
  • Omelete com legumes (2 ovos, 50 g de presunto, tomate).
  • Refogue os vegetais (meio refogados, meio fervidos). Você pode adicionar 1 dente de alho e 1 colher de molho de soja para dar gosto.
  • 100 g de camarão, salada de legumes com azeite.
  • Ou: uma maçã ou iogurte desnatado, uma xícara de chocolate quente (de preferência fervido em água e sem açúcar), um ovo com tomate, pimentão recheado com legumes e uma rodela de presunto.
  • Ou então: laranja, ovo e chá, arroz cozido com tomate, sopa de lentilha.
  • Ou: kiwi, aveia cozida em água, sopa de legumes, iogurte desnatado e chá torrado.
Perdendo peso para o feriado. Kefir, cor e outras dietas expressas
MAIS DETALHES

A propósito

A velocidade para se livrar dos quilos extras não é afetada pelo conteúdo calórico da dieta em dias normais. Além disso, quando dois grupos de voluntários foram examinados na Universidade de Chicago, um dos quais comeu alimentos com alto teor calórico 5 dias por semana e o outro aderiu aos princípios de uma dieta saudável, descobriu-se que aqueles que comeram sem restrições perderam mais quilos em seis meses. Os cientistas explicam esse resultado paradoxal pelo fato de que as pessoas que comem inadequadamente se limitam mais severamente nos dias de jejum.

Perder peso não é o único benefício de uma dieta rápida. Pesquisadores do Instituto de Longevidade da Universidade do Sul da Califórnia acreditam que a rejeição parcial de alimentos aciona um gene para reparo – o corpo começa a se desfazer de partes velhas e danificadas. Além disso, durante a descarga, o corpo reduz a produção do hormônio IGF-1, que desempenha um papel fundamental no envelhecimento e na ocorrência de muitas doenças, incluindo o câncer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *