O diabetes pode afetar a potência?

O diabetes pode afetar a potência?

Sabe-se que no diabetes existem problemas nos olhos, nos rins, nos nervos, no coração, infelizmente, pode ser uma lista muito longa. Mas onde o trabalho se divide em primeiro lugar? Como regra, em um homem, o diabetes mellitus começa com uma violação da potência, apenas raramente alguém se dirige a um endocrinologista para fazer essa pergunta.

A incidência de disfunção erétil no diabetes está em proporção direta, em primeiro lugar, aos distúrbios metabólicos graves.

Muitas vezes, a impotência no diabetes tipo 2 ocorre quando:

compensação deficiente do diabetes;

níveis de açúcar no sangue não controlados;

violação do metabolismo da gordura.

Alterações nos vasos menores – capilares – são a base de todo diabetes. São esses distúrbios que causam danos diabéticos aos olhos, rins, coração. Essas complicações são bem conhecidas.

Alterações semelhantes ocorrem nos corpos cavernosos, determinando a causa local da disfunção sexual.

Um papel negativo adicional é desempenhado pelo aumento do nível de colesterol “ruim” no sangue, que também é característico do diabetes.

Acontece que uma visita ao urologista – para fins profiláticos ou para uma doença inflamatória do sistema urinário – ajuda a detectar anomalias na área genital. E descobrir essas razões muitas vezes dá um motivo para encaminhar o paciente a um endocrinologista. E só então descobrimos que a potência prejudicada era o resultado de uma alta de açúcar no sangue a longo prazo, que o paciente não sabia de todo.

O tratamento da disfunção erétil como resultado do desenvolvimento de diabetes mellitus deve ser abrangente. No tratamento, é necessário levar em consideração um grande número de fatores que podem agravar os sintomas ou provocar o surgimento de novas doenças.

Basicamente, o seguinte tratamento é prescrito:

Cumprimento de dieta e estilo de vida ativo, bem como exclusão de maus hábitos e alimentos indesejados.

Leia também: Testomaca

Um estilo de vida ativo e mais exercícios.

O uso de medicamentos especiais, principalmente a insulina.

Tomar medicamentos que ajudam a reduzir os níveis de glicose no sangue e ajudam a curar o diabetes.

Observe que o tratamento e a prevenção serão atribuídos a cada indivíduo, dependendo dos indicadores de diagnóstico e da forma do tipo de diabetes.

Portanto, é recomendável entrar em contato com um endocrinologista, obter orientações detalhadas, fazer um exame e seguir todas as instruções que visam curar o diabetes mellitus e restaurar o funcionamento dos órgãos genitais que, juntamente com a doença, se encontram em estado deteriorado.

No entanto, hoje, o conhecimento sobre as funções sexuais masculinas e seus distúrbios está se espalhando rapidamente e novos métodos de tratamento da impotência estão surgindo. A atenção a essa questão pode ter um impacto positivo na qualidade de vida.